, ,

Site para Advogados e Escritórios de Advocacia

Nos últimos anos, o Brasil ultrapassou uma marca emblemática: existem mais celulares que habitantes. Portanto, a revolução digital já é uma realidade em todo o país. Pesquisas recentes também apontam que aproximadamente 87% dos brasileiros que utilizam a internet com frequência têm como prioridades: verificar as suas redes sociais e se informar.

Portanto, a empresa ou profissional que deseja se comunicar de maneira direta e ágil com seus clientes e/ou colaboradores necessita estar conectado. E isso não muda nem mesmo quando se trata de uma das profissões mais antigas e renomadas do país, a advocacia.

A área jurídica é tradicional, mas, tem como uma de suas principais características a facilidade de se adaptar às mudanças sociais. O surgimento de novos nichos de trabalho para advogados como, por exemplo, o direito digital é uma prova disso. Sendo assim, um advogado que pretende utilizar todos os benefícios da tecnologia a seu favor tem por obrigação estar presente no mundo online.

Advogado precisa ter um site próprio

A forma mais simples de ter essa representação oficial no universo digital é possuir um site para chamar de seu. Hoje em dia, qualquer pessoa pode procurar por plataformas gratuitas para desenvolver um site em pouco mais de cinco minutos ou mesmo contratar os serviços de um profissional renomado para estruturar um espaço mais de acordo com as suas preferências. De qualquer forma, ter um site próprio está acessível para todos os bolsos e para advogados conhecidos ou ainda em início de carreira.

Como deve ser o site de um advogado?

1 – Praticidade

Se um advogado precisa estar bem informado a respeito do caso de seus clientes, o seu site também precisa oferecer os seus dados de forma prática. Um site profissional precisa ter um elemento como prioridade: funcionalidade, ou seja, as pessoas necessitam encontrar as informações sem nenhuma dificuldade.

E quais seriam essas informações principais? Identificação do profissional, dados pessoais e formas de entrar em contato, sendo esse último de grande importância. Pode parecer irreal, mas, inúmeros sites de empresas de médio e até grande porte são extremamente interessantes e bem acabados, mas, pecam no quesito mais simples: um link para contato que funcione de verdade.

2 – Leveza

Nem todo mundo tem uma conexão estável. Por isso, o seu site precisa ser leve e se adequar às plataformas móveis, afinal, as pessoas podem querer acessar o seu site de qualquer lugar e a qualquer hora. Então, não adianta encher o seu espaço com inúmeros enfeites, animações e itens antiquados. Seja objetivo e adicione apenas conteúdo relevante e que atenda aos interesses do seu público-alvo.

3 – Conteúdo atualizado

Dependendo do seu interesse e das suas possibilidades, você pode ter um site com informações permanentes, ou seja, algo bem elaborado, mas, sucinto. Ou você pode apostar em agregar valor ao seu espaço por meio da publicação de textos, artigos ou notícias. Se essa for a sua intenção, você não pode cometer o erro de deixar notícias velhas em destaque. Sendo assim, procure investir ou reservar um tempo do seu dia para produzir um conteúdo bacana e relevante para o seu site, a fim de atrair mais visitas e clientes em potencial.

Conheça alguns sites para advogados desenvolvidos pela nossa agência, visite o nosso portfolio.

Advogado, você já tem o seu site profissional? 

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *