Marketing Digital para Médicos, Dentistas, área da saúde

Existem várias formas de conquistar novos pacientes, mas um dos métodos mais baratos e eficazes é o Marketing Digital.

O Marketing Digital está para a área de saúde assim como o futebol estava para os Estados Unidos. Apesar de dar certo e ser algo chamativo, grande parte das instituições de saúde possuem (ou possuíam) uma certa resistência em adotar esse tipo de estratégia.

Mas por que isso acontece? Vamos usar o exemplo do futebol nos Estados Unidos. A resposta para a dificuldade do esporte mais popular do mundo se disseminar na terra do Tio Sam se deve a um fator cultural.

Enquanto no Brasil o futebol possui poucos concorrentes e já faz parte da cultura nacional desde os tempos modernos, nos Estados Unidos ele compete com o basquete, beisebol, futebol americano, dentre outros esportes que já fazem parte da rotina do americano há alguns séculos.

A mesma realidade pode ser aplicada na área de saúde. Culturalmente, outras ações de marketing chamam mais atenção de clínicas e hospitais do que o ambiente digital. Vamos aos exemplos:

  1. Mídia tradicional (TV, rádio, dentre outros);
  2. Eventos e congressos;
  3. Jornais, outdoors etc.

Mas essa realidade tem mudado nos últimos anos e vamos explicar como os hospitais e clínicas que têm utilizado Marketing Digital em suas estratégias têm conseguido se destacar e aumentar o seu faturamento ao mesmo tempo que melhoram bastante a rotina do paciente!

Caso você não saiba, leitor, 66% das pessoas fazem suas escolhas apenas após conferir referências na internet. Marketing Digital na área de saúde: como fazer?

Quando falamos de instituições como hospitais e clínicas, precisamos ter em mente o seguinte fator: uma pessoa não vai a um site desse tipo de instituição em busca de lazer.

É preciso construir um conteúdo realmente relevante para o público-alvo. Mas aí fica a pergunta: como definir o que essas pessoas querem ler e aprender? Simples: basta compilar os dados da área de atendimento, agendamento e marcação de exames.

Com esses dados em mãos, que podem ser levantados via ferramentas de gestão ou até por planilhas, é possível ver qual é o público-alvo do hospital e clínica, facilitando o trabalho do marketing na hora de produzir o conteúdo, já que a persona estará bem definida.

Uma vez que esse trabalho foi bem feito, é só seguir o passo a passo abaixo!

Passo 1: construa um site/blog intuitivo

Esse conselho deveria ser seguido por profissionais de marketing de qualquer setor. Não adianta ter um um bom serviço e o seu público-alvo não conseguir chegar até você.

É necessário ter um site enxuto que passe a informação de forma clara e concisa. Do que adianta ter uma ferramenta de agendamento online se o link para ela está perdido no meio de várias ofertas/informativos?

Não adianta a sua instituição ser referência em alguma modalidade de exame se o usuário do seu serviço não sabe disso!

Por isso, é preciso ter um site e blog que realizem essa comunicação com qualidade!

Passo 2: faça Marketing de Conteúdo

Lembra quando falei acima que é preciso estruturar um site e blog com boa usabilidade? Pois é, não adianta ter isso sem produzir também conteúdo de qualidade.

Quando falamos de Marketing Digital, o foco é geração de valor para o usuário final — nesse caso, o paciente. E também sabemos que as pessoas sempre acabam preferindo comprar de especialistas!

Logo, se a sua instituição produzir conteúdo de qualidade, de forma a se posicionar como especialista dentro de um segmento, é grande a chance dela conseguir captar mais pacientes que estão interessados naquela especialidade.

É só pensar um pouco na famosa analogia do médico: sempre que você fica doente e o médico receita um remédio, dificilmente o paciente não irá comprá-lo, já que foi recomendado por um especialista.

Passo 3: aumente o número de canais de aquisição de pacientes

O mundo evoluiu MUITO nos últimos anos. Se você, leitor, for parar para pensar, hoje é possível realizar quase todo tipo de atividade a partir de um smartphone e na internet.

Por isso, trabalhar apenas com meios analógicos de atendimento pode impactar negativamente a experiência do usuário (além de deixar de ganhar dinheiro, é claro).

Utilizar uma solução de agendamento online é algo vital para o sucesso da estratégia de Marketing Digital de uma instituição na área de saúde! Além de ter um custo de aquisição por paciente menor, a experiência dele acaba sendo facilitada.

Vamos listar abaixo as diferenças entre um agendamento análogico, via telefone, e o online automatizado, só para você ter uma noção:

  • No agendamento online, não existe chance de congestionamento de linhas e o exame pode ser marcado com facilidade, independentemente da demanda;
  • O processo pode ser finalizado em menos de 2 minutos;
  • O custo por atendimento fica na casa dos centavos (80% mais barato).

E você lembra quando falei logo no começo do texto dá importância dos dados de atendimento na hora de definir a melhor estratégia de marketing? Com esse tipo de ferramenta, esse trabalho pode ser feito inclusive em tempo real!

Passo 4: contrate uma ferramenta de automação de marketing

Após um atendimento, é vital que a instituição de saúde continue o relacionamento com os seus pacientes.

Desde apresentar novos procedimentos até falar de boas práticas para a saúde, é esse tipo de ação, além do atendimento de qualidade, que fará o paciente voltar quando for necessário para ele.

Mas realizar todo esse trabalho manualmente é impossível. É preciso saber como o paciente está interagindo com o site da instituição, qual tipo de conteúdo ele tem consumido e como ele tem feito isso para realmente saber qual é a melhor forma de se comunicar com ele de forma constante.

E, no final das contas, acaba que esse tipo de solução é a forma mais barata e automática de realizar esse trabalho.

Além disso, o fluxo de nutrição, uma funcionalidade que só esse tipo de ferramenta consegue oferecer, em conjunto com o conteúdo produzido para o blog, é vital para o sucesso da estratégia de marketing!

É só fazer a seguinte conta: ao invés de contratar 4 profissionais de marketing (para cuidarem de mídias sociais, gestão do blog, Email Marketing e análise de dados) e 2 vendedores (para qualificarem todas as oportunidades), a sua empresa pode contar com uma ferramenta de automação que realiza todas essas funções, reduzindo o custo final de pelo o menos R$ 8.000 para apenas R$ 3.900 (205% menor).

Com uma ferramenta de automação, seria necessário para realizar o mesmo trabalho a seguinte formação: vendedor, analista de marketing 1 (para fazer gestão de mídias sociais, email marketing e análise de dados) e analista de marketing 2 (para fazer gestão do blog e produção de conteúdo).

Com um fluxo de nutrição realizando grande parte do trabalho do vendedor e a ferramenta centralizando todo o processo de forma simples e intuitiva, o trabalho seria mais rápido e lucrativo.

Conclusão

Existem várias formas de conquistar novos pacientes, mas um dos métodos mais baratos e eficazes é o Marketing Digital.

Só de percebermos que grande parte da população mundial já está conectada na internet, deixar de trabalhar nesse ambiente passa a ser algo não muito prudente.

E, como foi dito no texto, mais de 66% das pessoas pesquisam algo sobre um serviço ou produto que querem contratar. Por isso, seguir os 4 passos citados acima é vital para o sucesso da sua instituição.

Agora conte-nos um pouquinho de como tem sido a sua experiência com Marketing Digital na área da saúde! Tem sido bom o resultado? Como tem sido o engajamento dos seus pacientes com o conteúdo que tem produzido?

Deixe a sua opinião e experiência nos comentários!

Guest Post escrito pela CM Tecnologia, empresa que desenvolve softwares para o setor de atendimento com a missão de auxiliar e somar na automatização, eficiência e resultados de empresas na área da saúde.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *